A História da Volkswagen no Brasil

Aonde tudo Começou

A história da Volkswagen do Brasil começou em 23 de março de 1953, em um armazém na Rua do Manifesto, no bairro do Ipiranga, em São Paulo. De lá, saíram as primeiras unidades do Fusca, montadas com peças importadas da Alemanha e apenas 12 empregados. De 1953 a 1957, foram montados nesse galpão 2.820 veículos (2.268 Volkswagen Sedan e 552 Kombi).

Com o sucesso nas vendas, a marca anunciou o projeto de construir uma fábrica no Brasil, que não se limitaria somente à montagem de veículos, mas sim a fazer do País uma base de exportação para toda a América do Sul.
O primeiro Fusca (Sedan) montado no Brasil foi lançado em 3 de janeiro de 1959. Nesse mesmo ano, foram vendidas 8.406 unidades do modelo que, rapidamente, se tornaria um estrondoso sucesso de mercado, em uma época dominada pelos automóveis importados de grande porte. Até 1986, o Brasil produziu 3,1 milhões de unidades do lendário Fusca.

A inauguração oficial da fábrica ocorreria somente em 18 de novembro de 1959

A inauguração oficial da fábrica ocorreria somente em 18 de novembro de 1959, quando circulou - a bordo de um Fusca conversível - o então Presidente da República, Juscelino Kubistcheck. Ele estava acompanhado pelo Governador de São Paulo, Carvalho Pinto, e os presidentes da Volkswagen da Alemanha, Heinrich Nordhoff, e do Brasil, Friedrich Schultz-Wenk. A imagem dos quatro dentro do Fusca conversível se tornou uma das fotos mais marcantes na história da montadora.

Em 1962, a marca já trazia ao mercado brasileiro um veículo ousado para a época: o Karmann-Ghia, lançado em parceria com a empresa alemã de mesmo nome. A Volkswagen foi também a primeira montadora brasileira a inaugurar, em 1965, um centro de desenvolvimento, pesquisa e design. 

A produção com peças nacionais foi iniciada em 2 de setembro de 1957

Neste mesmo ano  saiu da linha de montagem da fábrica de São Bernardo do Campo (SP) o primeiro modelo da marca fabricado em território nacional: a Kombi, com 50% de suas peças e componentes produzidos no País. A marca atingiu o primeiro milhão de veículos produzidos em julho de 1970 e em março de 1972, o Fusca alcançava o número histórico de um milhão de unidades vendidas no País. 


Marcos de Produção (em unidades de veículos)
Julho de 1970: 1.000.000
Novembro 1979: 5.000.000
Maio 1994: 10.000.000
Maio 2005: 15.000.000
Maio 2012: 20.000.000
Julho 2020: 24.000.000

Em 1972, chegariam às concessionárias dois modelos que iriam revolucionar o mercado brasileiro

 O SP1 e o SP2, que traziam design esportivo e ousado, sem abrir mão da funcionalidade. Eram modelos esportivos e com detalhes exclusivos para a época, como instrumentos integrados ao painel e bancos esportivos forrados com couro. Até hoje, o SP1 (motor 1.6l) e o SP2 (motor 1.7l)

são reconhecidos por antigo mobilistas como alguns dos modelos mais belos da história da Volkswagen.
Em 1973, a Volkswagen antecipa tendências de mercado mais uma vez: lança a Brasília. O modelo era genuinamente brasileiro e apresentava aos consumidores o moderno conceito de carroceria hatchback. Hoje, esse tipo de carroceria de dois volumes é o mais comercializado no mercado brasileiro.

Com o lançamento do Passat, em 1974, a Volkswagen deu outro salto tecnológico ao apresentar um veículo com motor frontal refrigerado a água e suspensão com molas helicoidais.

Em 1980, a chegada do Gol Geração I, com motor 1.3l, inaugurou uma nova fase na indústria automobilística brasileira. Nascia uma nova família de veículos, com o lançamento – nos anos seguintes – dos modelos Voyage (1981), Parati (1982) e Saveiro (1982). O sucesso foi tão grande que, já em 1987 o Gol assumiu a liderança de vendas no mercado nacional onde permaneceu por 27 anos consecutivos.



foi pioneira ao lançar, em 2003, a tecnologia Total Flex

IA Volkswagen também foi pioneira ao lançar, em 2003, a tecnologia Total Flex, motor flexível em combustível, que permite o uso de etanol, gasolina ou a mistura dos dois combustíveis em qualquer proporção. A tecnologia marcou uma mudança de paradigma na indústria com essa tecnologia. O Gol foi o primeiro carro a receber o motor Total Flex, presente hoje em toda a linha nacional da Volkswagen.  

Ao longo dos anos, a Volkswagen lançou produtos, modernizou fábricas, desenvolveu novas tecnologias e celebrou o nascimento de uma Nova Volkswagen, muito mais próxima das pessoas, inovadora e desejada.

Atualmente, com 67 anos de atividade no Brasil, a Volkswagen apresenta a nova identidade visual da marca e inaugura um novo segmento no mercado nacional. Com design inovador e novos conceitos de conectividade e streaming, o Nivus mistura elementos de SUV e linhas de cupê esportivo.

As quatro fábricas no Brasil

A fábrica Anchieta, em São Bernardo do Campo, foi a primeira fábrica da Volkswagen fora da Alemanha. É considerada um complexo industrial por abrigar atividades como Estamparia, Armação da carroceria, Pintura, Montagem Final e centro de pesquisa, planejamento e desenvolvimento de novos produtos. Atualmente, a fábrica Anchieta produz os modelos Nivus, Polo, Virtus e Saveiro.

Cronologia de lançamento dos modelos Volkswagen do Brasil:

IKombi – 02 de setembro de 1957 

Fusca – 03 de janeiro de 1959
VW 1600 – 21 de novembro de 1968
Variant – Dezembro de 1959
VW 1600 TL – 03 de agosto de 1970
SP 1 / SP 2 – 26 de junho de 1972
Brasília – 08 de junho de 1973
Passat – 21 de junho de 1974
Variant II – Novembro de 1977
Gol – 15 de maio de 1980
Voyage – 23 de junho de 1981
Parati – 07 de junho de 1982
Saveiro – Agosto de 1982
Santana – Junho de 1984
Quantum – Setembro de 1985
Apollo – 08 de junho de 1990
Logus – 04 de fevereiro de 1993
Pointer – 10 de dezembro de 1993
Golf (nacional) – julho de 1999
Polo – 18 de abril de 2002
Polo Sedan – Outubro de 2002
Fox – Outubro de 2003
CrossFox – Março de 2005
SpaceFox – Abril de 2006
up! – Fevereiro de 2014
Saveiro Cabine Dupla – agosto de 2014
cross up! – Outubro de 2014
Polo – 25 de setembro de 2017
Virtus – 22 de janeiro de 2018
T‑Cross – 19 de fevereiro de 2019
Golf GTE – 04 de novembro de 2019
Nivus – 25 de junho de 2020